Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008

I WORKSHOP PARTICIPATIVO - Agenda local 21 Fridão

Realizou-se no dia 16 de Fevereiro o I WORKSHOP PARTICIPATIVO promovido pela Junta de Freguesia de Fridão, no âmbito do projecto "Agenda local 21". Este fórum de discussão dirigiu-se aos empresários e entidades locais, para que se pudesse fazer um levantamento das áreas prioritárias em Fridão, bem como reconhecer o trabalho das entidades presentes no desenvolvimento da freguesia.

 

A nossa equipa também esteve presente neste workshop, apresentando o projecto “Cidades Criativas” aos presentes. De referir que para além deste forúm se constituir como uma excelente forma de veicular o nosso projecto junto da comunidade, levou-nos também a fazer um levantamento dos potenciais da freguesia, que também se poderão aplicar à cidade de Amarante, entre os quais, a Preservação dos Recursos Naturais e Patrimoniais.

 

 

Deixamos algumas fotografias da nossa apresentação e mais informações em http://www.agenda21localfridao.blogspot.com/

 


 


publicado por amarante_csg às 19:03
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

RELATÓRIO DA SEDES - FEVEREIRO DE 2008

 

 

 

                                   

 

 

 

Esta semana, por sugestão de um dos acompanhantes do nosso projecto, decidimos vir trazer uma reflexão sobre uma Tomada de Decisão da SEDES de Fevereiro de 2008. Neste documento são analisados os "sinais de degradação da qualidade da vida cívica" que conduz a um mal-estar difuso na sociedade portuguesa. São apontados factores que estão a destruir a coesão nacional, consequência de um desacredito, por parte dos portugueses, no poder político.

 

 

Temos de ter em conta que as causas deste ostracismo não são exclusivamente portuguesas, mas também reflexo das tendências políticas, económicas e sociais desta aldeia global onde estamos inseridos. Contudo, devemos usufruir do poder da liberdade que detemos e cabe-nos a nós, sociedade, órgãos políticos entre outros tentar contrariar a estagnação vivida.

 

 Outro ponto abordado mais à frente nesta tomada de decisão é a relação entre os valores, a justiça e a comunicação social, apontando a comunicação social sensacionalista como principal causadora de distúrbios, pois levanta falsos testemunhos, trabalha na linha da especulação e com isso consegue denegrir imagens, destruir carreiras e acaba por muitas vezes condenar os inocentes, devido a interesses privados e muito pouco imparciais. É possível destruir reputações, desacreditar o sistema político e judicial.m dos itens apontados neste documento é o descrédito, por parte da sociedade civil, nos órgãos políticos, alargado a todo o espectro político. Torna-se portanto urgente criar novas pontes de confiança entre a população e para isso os partidos políticos não podem exercer uma posição dominadora a ponto de asfixiar a sociedade. É necessário criar uma sociedade vivificante e dinâmica.

 

Somos também alertados para o facto de apesar de muitas vezes existir confusão entre o que a lei não proíbe explicitamente e o que é eticamente aceitável. Não nos podemos deixar ir pelo que é legal ou não, existem situações que, apesar de não serem apontadas como crime, não estão eticamente correctas e devemos dar uso, nestas situações, ao estatuto racional característico do ser humano.

Mais um dos temas abordados foi a criminalidade e insegurança, em linhas muito gerais, é apontada a despreocupação por parte dos órgãos competentes com os crimes que, cada vez, estão mais violentos. Era sim necessária maior prevenção. Puxando este tema para o panorama da nossa cidade, é notória a preocupação que existe por partes das autoridades em prevenir situações de crime por burla. Muito recentemente foi lançada uma campanha que visa alertar as populações para a vaga de burlas que tem existido, mostrando as técnicas usadas pelos burlões e as medidas que se devem tomar para não cairmos no conto do vigário.

 

 

Para concluir, este documento alerta que é mesmo necessário tomar medidas para que não exista o bloqueamento social e, mais tarde ou mais cedo, uma crise social.

 

"Em geral o Estado, a esfera formal onde se forma a decisão e se gerem os negócios do país, tem de abrir urgentemente canais para escutar a sociedade civil e os cidadãos em geral"

 

Esta Tomada de Posição de Fevereiro da SEDES pode ser vista em www.sedes.pt

 

 

tags:

publicado por amarante_csg às 21:29
link do post | comentar | favorito

Amarante TV

 

 

Há uma semana atrás noticiámos que iríamos no dia 20 ao estúdio da Amarante TV, para uma entrevista a propósito do nosso projecto. Tal não foi possível, no entanto, contamos marcar uma nova data que, oportunamente, anunciaremos aqui.

 

 

                    

Cumprimentos criativos!

sentimo-nos:

publicado por amarante_csg às 19:52
link do post | comentar | favorito

Colaboração com a ADESCO

 

         

Nas últimas semanas muitas são as actividades práticas que temos realizado, nomeadamente, no que diz respeito ao contacto com determinadas entidades do nosso município. Uma deles foi a ADESCO, como já havíamos aqui referido, onde tivemos a oportunidade de entrevistar a Dra. Rosário dos Santos e ter uma melhor percepção do estado social em que se encontra Amarante. Aqui deixamos a entrevista na íntegra, da qual retiramos importantes conclusões que iremos, mais tarde, incluir no nosso trabalho final sobre o sector social em Amarante.

A entrevista está alojada na nossa página, na zona de entrevistas, página esta que foi criada há pouco tempo, funcionando como um complemento do nosso blogue e que irá sofrer algumas remodelações em breve.

 

 

http://ccamarantecsg.googlepages.com/home

 

 


publicado por amarante_csg às 18:51
link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Fevereiro de 2008

Amarante daqui a 15 anos (parte II)

 

Numa das nossas últimas crónicas no JA e seguindo a sugestão da organização do CCC de imaginar a nossa cidade daqui a 15 anos, decidimos então reflectir sobre alguns pontos, que na nossa opinião mereciam ser de alguma forma debatidos.

 

Como será Amarante dentro de 15 anos? Nunca assumiríamos este exercício como algo fácil, pelo contrário, não queríamos de todo cair no erro de dar azo a uma imaginação demasiado fantasiosa que resultasse em ideias pouca sustentadas. Pois bem, a nossa reflexão não se centrou em propostas diferentes que pudessem dar à cidade de Amarante novas linhas de orientação ou pelo menos ajudar a tal. Deixamos isso mais para a frente e, por isso, pretendemos com tudo isto fazer uma ligação do presente ao futuro. Como? Projectando e reflectindo sobre aquilo que, neste momento, está reservado para o nosso município.

 

Peguemos agora em dois pontos, dos quais abordamos na nossa anterior reflexão: criação de uma zona comercial de grande superfície e consequente impacte na economia local. Será a construção de um centro comercial solução para sustentar o nosso sector económico? Ou será um risco investir em tal solução?

 

Uma grande superfície comercial trará a Amarante a oportunidade de criar novos postos de emprego, combatendo a situação de desemprego que a cidade enfrenta. Não serão, com certeza, os empregos criados que irão suprir as necessidades reais mas será uma das iniciativas para acabar com tal.

 

Numa outra perspectiva podemos encarar a vinda de um shopping como um centro de atracção de pessoas, o que ajudará à emancipação do nome de Amarante, pelo menos junto daqueles que passarem a visitar a nossa cidade também por isso.  A criação de um cinema, aliado ao centro comercial, por exemplo, daria aos jovens (e não só!) amarantinos a oportunidade de irem ao cinema… em Amarante!

 

Estas são as vantagens mais óbvias das quais não deixamos de falar quando tocamos no assunto da superfície comercial. Valerá também a pena reflectir sobre as consequências e o impacte da vinda deste tipo de estrutura para o nosso concelho. Que consequências terá para o comércio tradicional? É inegável a importância do comércio para a economia local. Serão tomadas medidas para que este tipo de negócio consiga sobreviver com a chegada de uma grande superfície?

 

Sobre este assunto reside um outro lado da questão. Até que ponto o Centro comercial se conseguirá impor em Amarante? Será um daqueles casos em que, passados uns meses, chegam a lume as dificuldades por que estão a passar este tipo de empreendimentos? Com certeza que não gostaríamos que isso acontecesse. Mas mais uma vez pensamos se não seria então viável, pesando os prós e os contras, apostar nas estruturas já existentes, promovendo as potencialidades que tais oferecem ou então dirigir as apostas num outro sentido, apostando nos nossos símbolos, quer históricos, culturais e até naturais. Porque, afinal, referências não nos faltam!

 


publicado por amarante_csg às 11:30
link do post | comentar | favorito

Última crónica "Jornal de Amarante" - 28 de Fevereiro

Aqui fica a última crónica. Aproveitámos para publicar a nossa reflexão sobre Amarante daqui a 15 anos, como já o havíamos feito, aqui, no nosso blogue.

 

 

 

 

tags: ,

publicado por amarante_csg às 11:00
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

Crónica JA - 14.02.2008

Última crónica publicado no "Jornal de Amarante", ainda sobre os inquéritos

realizados no último mês.

 

tags:

publicado por amarante_csg às 21:50
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

Amarante CSG . . . na Amarante TV

Amarante TV é um projecto muito recente, lançado este mês que tem como objectivo promover e divulgar o concelho, através da Internet, para todo o mundo.

 

Nesse sentido, por sugestão da organização da Amarante TV e por acharmos que seria uma excelente maneira de veicular o nosso trabalho, estaremos na próxima quarta-feira, dia 20 de Fevereiro, no estúdio para uma entrevista a toda a equipa.

 

Continuem a acompanhar o nosso trabalho!

 

 

 

www.amarante.tv

 

 


publicado por amarante_csg às 18:42
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008

I Workshop Participativo

I Workshop

Participativo

Fridão – Uma melhor Aldeia para as pessoas e para o Ambiente

Centro Social de Fridão – Fridão Amarante – 16 Fevereiro 2008

 

 

17.30h

Recepção aos participantes

 

Sessão de Abertura –

 

Presidente da Junta de Freguesia de Fridão

José Joaquim Magalhães Teixeira

 

Membro da Assembleia de Freguesia de Fridão (a confirmar)

Vítor Manuel Teixeira Ferreira

 

Casa de S. Faustino de Fridão

Vieira Pinto

 

Paróquia de Fridão

Padre Joaquim

 

17.40h

Projecto Cidades Criativas – Amarante

Grupo de alunos do Colégio de S. Gonçalo

 

 

17.50h

Agenda 21 Local de Fridão

Apresentação da Agenda 21 Local

Fases da Agenda 21 Local

Alice Pinto (Técnica da Agenda 21 Local)

 

 

18.15h

Sessão de Trabalho em Grupo

“ Os principais problemas que afectam a freguesia de Fridão”

“ O que poderia fazer para resolver esses problemas?”

“ Como gostaria que fosse Fridão em 2020?

 

19.15h

Apresentação dos resultados em plenário

 

Encerramento

 

Presidente da Junta de Freguesia de Fridão

José Joaquim Magalhães Teixeira

“Pensando

Global agindo

no Local”

Agenda 21 Local Fridão

“O Futuro de Fridão”

publicado por amarante_csg às 21:44
link do post | comentar | favorito

Workshop Participativo

 

 

 

 

Workshop Participativo

 

 

Fridão – Uma melhor Aldeia para as pessoas e para o Ambiente

Centro Social de Fridão – Fridão Amarante – 16 F evereiro 2008

 

"Este workshop pretende promover a participação de todos os agentes locais na elaboração da Agenda 21 Local, bem como fazer uma auscultação exploratória das àreas prioritárias mais prováveis que serão identificadas nos workshops futuros.

Em conjunto pretende-se definir estratégias integradas, procurando assim o crescimento económico, a igualdade social e a preservação do ambiente, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da freguesia."

           

 

 

Como vem sendo hábito não queremos deixar de marcar presença  neste fórum participativo e, tendo em conta a parceria que mantemos com a junta de freguesia de Fridão, teremos oportunidade de apresentar o nosso projecto, para que possa existir a tão importante interacção de ideias entre a nossa equipa e sociedade amarantina.

 

Por isso não deixe de participar!

 

Para mais informações, http://www.agenda21localfridao.blogspot.com/


 

 

sentimo-nos:

publicado por amarante_csg às 21:18
link do post | comentar | favorito

Apresentação do projecto no CC on the road - Porto

Já lá vão duas semanas desde que fomos ao CCC on the road. Foi um desafio que exigiu empenho da nossa parte e agora deixamos aqui a nossa apresentação do projecto, que mostrámos no Porto e que utilizaremos no próximo sábado no primeiro Workshop Participativo promovido pela Junta de Freguesia de Fridão a propósito do projecto levado a cabo, "Agenda 21 local Fridão".

                    

 

sentimo-nos:

publicado por amarante_csg às 21:05
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Amarante daqui a 15 anos?

O desafio lançado pela organização do concurso foi motivo de grande reflexão da nossa parte, isto porque imaginar as mudanças que irão ocorrer em Amarante em década e meia não é de todo fácil.

            Se por um lado não nos queremos pretender à imaginação fértil, fruto do exagero, imaginando uma cidade "hollywoodesca" dado que 15 anos não é tempo suficiente para que humanamente possam assim ocorrer grandes mudanças. Por outro lado queríamos acreditar no espírito de mudança, de renovação, de renascimento que queremos incutir nesta apelidada "Princesa do Tâmega".

           

            Tomando por referência a área que, maioritariamente, a população apontou como o ponto fraco e mais frágil de Amarante, a saúde, acreditamos que os projectos, e as obras que estão a decorrer irão suprir as necessidades tão apontadas pelos Amarantinos. Está em construção um novo hospital, que funcionará como hospital de proximidade em articulação com o Hospital Padre Américo em Penafiel, constituindo os dois, o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa. Cremos que esta nova infra-estrutura venha acalmar a revolta popular dando vazão as necessidades de saúde da nossa cidade.

            Outro tema de conversa de café que será marca importante para Amarante, é a tão desejada e prometida vinda de um centro comercial. Não queremos de qualquer modo apontar a vinda de um shopping como sendo o salvador da economia, mas dada a envergadura deste empreendimento certamente trará inúmeros benefícios, oferecendo postos de trabalho, aumentando a afluência de visitantes que ajudarão à emancipação do nome da nossa cidade. Já há muito os amarantinos se queixam da falta de um cinema, principalmente os jovens que tinham de se deslocar a outras cidades. Irá ser possível fazer os mesmos programas mas aqui, na nossa cidade.

            A cultura também terá desenvolvimentos importantes, isto porque, é bastante notória a preocupação das entidades responsáveis, em promover a arte, em todas as suas vertentes, na nossa cidade. Nomes sonantes, como Amadeo de Sousa, Agustina Bessa Luís, entre outros, merecem a sua valorização e a nossa aposta passa também por aí, mostrar aquilo de bom que Amarante tem. Símbolos culturais, religiosos, históricos não nos faltam.

            Por último vamos falar do tema do nosso trabalho por excelência, o ambiente. O rio, marca de Amarante, está poluído e isso é um facto que ninguém pode escamotear. Prevê-se a construção de uma barragem a montante da zona centro, que segundo estudos, trará ainda mais problemas para a qualidade da água devido a estagnação que irá ter. Mas neste assunto, estamos deveras optimistas, as entidades competentes estão preocupadas com esta situação e acreditamos que tudo se resolverá pelo melhor, tendo em conta a preservação do rio como ecossistema e quem sabe melhorando a qualidade da água, impedindo as descargas que fazem para o rio, culpando aqueles que mal querem a este símbolo de Amarante. Vemos daqui a quinze anos as pessoas as frequentarem as nossas praias fluviais com maior afluência e confiança e, quem sabe, se nós não iremos contribuir para isso.

 

sentimo-nos: criativos! imaginativos!

publicado por amarante_csg às 21:40
link do post | comentar | favorito

Reflexão - ponto de trabalho

            Aceitar o desafio de participar no Concurso "Cidades Criativas" prendeu-se ao facto de acreditarmos no potencial que a nossa cidade, Amarante, tem por explorar. É notória, e toda a gente se queixa, da estagnação vivida em Amarante nos últimos anos e da pouca promoção dos jovens, como sociedade activa no futuro. Pensamos entao em criar um projecto que podesse ser um marco em Amarante, que conseguisse chamar a atenção para os problemas que aqui existem e lançar possíveis soluçoes para eles. Agarramos entao com ânimo este projecto.
            Num primeiro momento optamos por criar uma ponte de ideias entre nós e os amarantinos e para isso organizamos várias estratégias de marketing, nomeadamente começamos por dar uma entrevista numa rádio local; demos uma entrevista para um jornal, onde mantemos uma crónica semanal; afixamos cartazes em vários pontos estratégicos, distribuimos vários folhetos na rua e uns cartoes com o nosso blog e e-mail para que nos possam visitar, lançar ideias, etc. Acreditamos que um intercâmbio de ideias pode enriquecer o nosso trabalho, pois é a perceber as necessidades das pessoas que podemos tentar contribuir para uma mudança no panorâma Amarantino.
            Para conseguirmos organizar ideias e definirmos um diagnóstico da cidade, apontando os pontos fracos e aqueles que mesmo fortes deviam ser melhorados/ aproveitados contactamos várias entidades locais de todas as áreas como empresas, instituiçoes de caridade e desportivas entre outras. Outro meio de análise foi os inquéritos que realizamos a 100 pessoas em pontos distintos da cidade a várias faixas etárias.
            Da análise de dados que fizemos concluimos que existem dois sectores que mais preocupam os amarantinos que são o ambiente (mais precisamente o rio) e o desemprego. Decidimos então, devido à nossa área de estudos, centrar a nossa intervançao no ambiente e marcamos já análises, efectuadas por nós, quer quimicas quer microbiologicas ao rio, exilibris da nossa cidade, para tentar explicar a menor afluencia as praias fluviais. Criamos também uma parceria com outro projecto centrado no ambiente, a Agenda Local 21 de Fridao que visa a promoçao de um desenvolvimento sustentavel onde ja nos encontramos a assentar ideias como uma palestra sobre reciclagem, uma semana verde, entre outras.
            No caso do desemprego, mais especificamente, estamos a tentar junto da comunidade empresarial e por meio da ACIA (associação comercial e industrial de Amarante) organizar um coloquio para percebemos as causas do abandono insdustrial e da falta de emprego em que se encontra Amarante, perceber o porquê de nao haver investimento e compreender até que ponto os novos empreendimentos prometidos vêm contribuir ou não para um melhor desenvolvimento económico.
            Pretendemos assim, chegar a conclusoes sérias sobre o mais necessário na nossa cidade para que depois possamos com criatividade e uma visão sustentável lançar medidas para a sua resolução ou que pelo menos nos deêm um momento para que possamos mostrar o nosso trabalho, ja que até hoje ainda esperamos o apoio da câmara.
 
            Grupo: Amarante_csg
            e mail: amarante_csg@hotmail.com
            blog: amarante_csg.blogs.sapo.pt
sentimo-nos: motivados! confiantes!

publicado por amarante_csg às 18:40
link do post | comentar | favorito
Sábado, 9 de Fevereiro de 2008

Crónica "Jornal de Amarante" - 7 de Fevereiro

 

Aqui fica a nossa mais recente crónica no Jornal de Amarante.

 

 


publicado por amarante_csg às 20:36
link do post | comentar | favorito
Domingo, 3 de Fevereiro de 2008

O que têm em comum o Concurso Cidades Criativas e a Agenda Local 21 de Fridao?

            Na passada sexta feira dirigimo-nos a Fridão para estabalecer a primeira parceria do nosso projecto que foi com a "Agenda Local 21 - Fridão" . "A Agenda 21 Local é um documento estratégico, adoptado por vários países, incluindo Portugal na "Cimeira da Terra" Rio - 1992 que estabelece medidas de implementação para um desenvolvimento sustentável global pensado a nível local".
             Esta medida foi implementada em Fridão mas pretende estender -se a todo o concelho de Amarante. Como um dos pontos fortes do nosso projecto é o ambiente, decidimos criar uma parceria, assim num sentido de inter ajuda vamos trabalhar mais e melhor dando sentido ao ditado "Duas cabeças pensam melhor que uma". Já no proximo dia 8 de Fevereiro vamos estar na palestra que eles vao dar sobre a Reciclagem onde vamos apresentar o nosso projecto aos presentes e a partir daí novas iniciativas virão e projectos ja nao nos faltam.
            Para mais imformações sobre a palestra "A Reciclar vamos todos ganhar" e sobre a Agenda 21 Local visitem http://www.agenda21localfridao.blogspot.com/
sentimo-nos: criativos

publicado por amarante_csg às 20:03
link do post | comentar | favorito

.Quem somos

Alunos do Colégio de São Gonçalo, 12º ano, de Ciências e Tecnologias a participar no Concurso Nacional de ideias "Cidades Criativas" - reflexão e estudo sobre as cidades portuguesas . Helena Melo, Ricardo Silva, Marlene Ribeiro, Rita Magalhães, Sara Carvalho

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. "Na era da criatividade, ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Editorial "Jornal de Amar...

. O nosso projecto em númer...

. "Diário dos cinco/CC" - C...

. Crónica 2.6.08 - "Diário ...

. Crónica 26.5.08 - "Diário...

. Nós estivemos lá!

.tags

. todas as tags

.links

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.posts recentes

. "Na era da criatividade, ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Editorial "Jornal de Amar...

. O nosso projecto em númer...

. "Diário dos cinco/CC" - C...

. Crónica 2.6.08 - "Diário ...

. Crónica 26.5.08 - "Diário...

. Nós estivemos lá!

.pesquisar